MarchaMundial.Net

Marcha Mundial pela Paz e Não-violência

Cordel da Paz

Convido a sociedade
Para a marcha mundial
Onde a paz do ser humano
É o tema principal
Pelo senso de urgência
Ações de não violência
Seja o nossa ideal

Invoco Mahtma Gandhi
Luter King e outros mais
Na luta por liberdade
E direitos sociais
Presentes pela memória
Unindo nossa história
No mesmo sonho de paz

A nossa luta de paz
Pra toda humanidade
É feita pelo diálogo
Com interatividade
Cada qual com sua arte
Vem fazer a sua parte
Com mais criatividade.

Para se chegar na paz
É preciso um novo olhar
Entender que cada ser
Navega no mesmo mar
Que cada um é irmão
Na mesma embarcação
Aprendendo a navegar

Resgatar valores simples
A família a amizade
Afeto pelos humildes
O respeito a lealdade
Uma cultura de paz
A gente mesmo é quem faz
Na solidariedade

Unir as próprias idéias
Encontrando soluções
Solucionar conflitos
Propondo transformações
Sermos todos plantadores
Aprendendo a plantar flores
Nos jardins dos corações
Que a nossa convivência
Tenha paz e alegria
Que nos sintamos felizes
Sob o sol de cada dia
Na nossa diversidade
Encontremos unidade
Na mais perfeita harmonia

A luz da educação
Vencendo a ignorância
Construindo a consciência
Combatendo a arrogância
Afastando o preconceito
Na luta pelo direito
Agindo com tolerância

O valor de cada homem
Não reside em sua cor
Está na sua ação
O seu principal valor
Se na sua inteligência
Usa a sua consciência
Pra da Paz ser construtor

A caminhada da paz
É feita pela ação
De quem despertou do sono
Da sua acomodação
Colocando na bagagem
Amor, respeito e coragem
Com mais participação

Somos todos passageiros
Da nave da existência
Sujeitos a tempestades
Da nossa inconsciência
Façamos do humanismo
O principal mecanismo
Contra toda violência

Devemos fazer aos outros
O que queremos ser feito
Para construir um mundo
Liberto do preconceito
A solidariedade
Num sonho de liberdade
Onde a lei é o respeito
A nossa Satyagraha
É a organização
A consciência de luta
E a participação
De quem acordou mais cedo
Enfrentando o próprio medo
Por um mundo cidadão

Se desejamos a paz
Teremos que construir
Escolas que nos ensinem
A pensar e a sentir
Que a nossa felicidade
Vem na mesma quantidade
Que a gente evoluir

Um passo de cada vez
Um pouco mais cada dia
Vencendo cada obstáculo
A paz aqui se anuncia
Trocando ações arbitrárias
Por ações humanitárias
Na força da harmonia

Assim serão extinguidos
Oprimidos e opressores
Os homens humanizados
Viverão novos valores
Unidos e irmanados
Vivendo em novos reinados
Onde só há vencedores

Nossa pátria deve ser
Uma só pátria global
Com mais oportunidades
E um tratamento igual
Nenhum homem se rebele
Nem se julgue a cor da pele
Num tribunal racial

Cada ser humano tenha
A sua autonomia
Que ninguém seja oprimido
Pela nossa economia
A nossa emancipação
Seja a sinalização
Do tempo que se inicia

Que a paz esteja presente
No mundo em cada nação
E comece em cada um
Fazendo a transformação
Ter a paz no sentimento
É não fazer julgamento
Pois o julgado é irmão

Ter paz também nas palavras
Numa ordem positiva
Ordenar os pensamentos
Ter mais iniciativa
A paz para ser presente
È germinando a semente
De uma mente criativa

Assim cada ser humano
Sabendo se equilibrar
Respeitando ao seu próximo
Ensina a si respeitar
Na lei da causa e efeito
Quem planta o que é direito
Colhe o mesmo que plantar

Desta plantação da paz
Sejamos bons plantadores
Cultivemos cada ação
Feita com nossos valores
O pensamento humanista
Numa nação pacifista
Produzindo mais amores...


Autor: Romero Meneses
romero_meneses@hotmail.com
Colaborador da Marcha Mundial pela Paz e não Violência.
Radicado há mais de 23 anos em Recife

Tags: Cordel, Marcha, Meneses, Mundial, Paz, Recife, Romero, da, em

Views: 580

Attachments:

Reply to This

Faça uma Doação

Notícias da Marcha

Os dilemas do PT: esquerda, vou ver?

por Rodrigo Vianna   Nunca acreditei que essa eleição seria decidida num turno único. O grau de insatisfação e a onda anti-petista no Brasil deixavam claro que – mesmo com Aécio e Eduardo no páreo, dois candidatos que tinham dificuldade evidente para representar a “mudança” – Dilma teria que enfrentar um turno final para conseguir […]

Amarga América: San Francisco e os jovens sem teto em protesto

Por Francesca Fermanelli Não só a América das grandes oportunidades. Não só a América das belas mansões de Beverly Hills, da diversão desenfreada de Las Vegas e das estrelas de Hollywood. Inesperadamente, enquanto passeava pela Market Street, a principal rua de San Francisco, me deparo com dezenas de sem tetos. Até aqui, nada de estranho. […]

A “mão suja” da multinacional petroleira Chevron-Texaco – Entrevista com Jorge Jurado, Embaixador do Equador em Berlim

Texaco (cujo sucessor é Chevron) extraiu o petróleo no Equador de forma exclusiva, de 1967 a 1992, sem se preocupar pelo meio ambiente nem pela população local. No começo, eram duas empresas, a Texado e a Gulf Oil. Porém, na metade dos anos 70, Gulf Oil se retirou. Assim, a Texado se tornou a cabeça […]

5a Edição do Fórum Humanista da Africa Ocidental

Fotoreportagem do Forum Humanista da Africa Ocidental, realizado nos dias 19, 20 e 21 de Agosto em Abijan, capital económica da Costa do Marfim. Estiveram presentes representantes de vários países da região onde foram discutidos temas como direitos humanos, economia da região, políticas de segurança alimentar, estratégias de melhoramento das condições de saúde e inclusive […]

Rússia avança com comboio humanitário e Kiev acusa país de “invasão direta”

Após uma semana de espera na fronteira, Moscou autoriza a entrada de 300 caminhões com ajuda humanitária em território ucraniano. Sem garantias de segurança, Cruz Vermelha desiste de acompanhar comboio. O chefe dos serviços de informações da Ucrânia acusou a Rússia nesta sexta-feira (22/08) de “invasão direta”, depois que um comboio russo com ajuda humanitária […]

© 2014   Created by Mundo Sem Guerras.

Badges  |  Report an Issue  |  Terms of Service